Busque o seu game

26 de jul de 2008

Aces Over Europe

Aces Over Europe é o terceiro e o melhor jogo da série Aces, que inclui também Red Baron e Aces of the Pacific. Aces Over Europe é também o melhor jogo da série em termos de gráficos, oferecendo "Gouraud Shading" e um modo de maior resolução.

A série de jogos Aces foi a resposta básica da Dynamix/Sierra à série Secret Weapons of the Luftwaffe da LucasArt's. Embora eu nunca tenha jogado Secret Weapons of the Luftwaffe, posso dizer que adorei os jogos da série Aces, especialmente este ultimo, Aces Over Europe.

A permissa deste jogo é colocar-vos no papel de um piloto pertencente quer à Força Aérea Americana (US Army Air Forces) ou à Royal Air Forces (RAF) durante a Segunda Guerra Mundial. Podem jogar no modo de "carreira", no qual vos são dadas missões aleatórias que vão desde interceptar bombardeiros, passando por dispersar quando a vossa base aérea for atacada, até bombardear locais de lançamento dos "V2".









17 de jul de 2008

Mario Brothers VGA


Não sei porque, mas não conheço ninguém que não goste deste herói de bigode com fato e capa engraçado. Ele sempre fez parte da nossa vida, sejamos uns viciados em jogos ou apenas um típico jogador casual.

Uma das sua primeiras aventuras "multiplayer" é esta, Super Mario Brothers. E tal como o irmão do Mario, Luigi, é igualmente adorável. Juntos eles têm de derrotar as arqui-rivais tartarugas e chegarão ultimo desafio. Soa a aborrecido? Foi também o que eu pensei. Mas afinal é um clássico bastante interessante.

A jogabilidade é simples, e divertida. Como referi anteriormente, as tartarugas têm de ser destruídas. Não podem saltar para cima delas, por isso têm de ser feito por baixo. Como? Eu não direi - descubram vocês! Outra coisa importante o botão "POW". Basta carregar nele. E verão o que acontece!








11 de jul de 2008

5 Days a Stranger

5 Days a Stranger é um jogo de aventura do tipo "aponta e clica" que foi feito em 2003 pela Fully Ramblomatic. Este jogo foi o primeiro jogo de aventuras que joguei e ainda é um dos meus favoritos.

O ladrãozeco Trilby "apanhou" mais do que esperava quando decidiu assaltar a Mansão DeFoe (DeFoe Manor). Acabou por ficar preso lá dentro por uma Entidade Invisível, juntamente com outras quatro pessoas. Uma Entidade que fará tudo para as manter lá. Incluindo o assassinato...

A jogabilidade é divertida e os puzzles podem ser de um certo modo, difíceis. Este jogo foi feito com um sistema de script para jogos de aventura chamado AGS. É definitivamente um jogo que vale a pena jogar.

NOTA: Existem cenas neste jogo muito violentas e sangrentas, portanto este jogo não é para os "sensíveis". Alternativamente poderão ler o

"walkthrough" antes de o jogarem, para que não tenham surpresas.








8 de jul de 2008

Absolute Pinball

Quando ouvi falar pela primeira vez sobre este jogo, tinha grandes expectativas. Além do mais, era feito por 21st Century Entertainment, a companhia que um ano antes tinha publicado o estupendo Pinball Illusions. Nenhum jogo mau poderia vir deles, verdade?

Falso. Desta vez, não tinham escolhido a Digital Illusions como o desenhador do jogo escolheram uma companhia desconhecida sob o nome de Unique Development Studios. E por sua vez, estes fizeram um trabalho muito minucioso fazendo o que se pode considerar um dos piores jogos de pinball já produzidos.







4 de jul de 2008

Museum Madness

Você é um adolescente. Faz o seu trabalho de casa, joga jogos de computador, erro... um vírus infectou o museu....

Sim. É isso. Todas as exibições do museu local recentemente têm sido invadidas por novas formas de vida. Você tem que atravessar cada uma das exibições com seu camarada robô, MICK, para ajudar a todos os rph (replicas robóticas de pessoas históricas). Ajude o Thomas Jefferson no acordo de Louisiana, ajude-o a construir o rádio e ajude a limpar o nome de uma menina acusada de ser bruxa.








2 de jul de 2008

Superspeed Deluxe

Eu me lembro vividamente das minhas primeiras memórias de SuperSpeed. De volta àqueles dias nós estávamos preocupados em escrever demos e pequenos jogos, mas quando este jogo chegou em nossas mãos, nós estaríamos entrando na nossa última semana de exames. Como eu tinha um pouco de tempo livre naquela tarde, eu liguei meu 386, instalei o jogo e preparei-me para um rápido joguinho. Depois de cinco horas, eu podia ouvir as maldições, os Deuses estavam chamando, e eu ainda tinha que começar a estudar. Nunca subestime o poder de um joguinho.

Olhando para trás agora e me dando uma hora de jogo no DOSBox, eu ainda posso ver o que me chamou a atenção de início, embora os gráficos não sejam tão especiais. Eles agora me parecem um tanto quanto medíocres, mas servem bem ao seu propósito. Música não é nada de especial: alguns blips e beeps abafados, um efeito sonoro básico aqui e ali e fica nisso.







1 de jul de 2008

Armaeth: The Lost Kingdom

Como fã de aventuras do tipo "Aponta e Clica", estava com muitas expectativas quanto a Armaeth: The Lost Kingdom. E isso era sobretudo por causa das imagens que eu via em vários outros sites e no estilo tipo King's Quest/Kyrandia. Tendo gostado muito destas séries, eu estava pronto para uma saudável dose de aventura. O ecrã do título parecia promissor: cores bonitas e uma música de fundo agradável. A história desdobra-se, revelando um jovem rapaz na sua busca para encontrar um reino perdido com o nome de Armaeth (como é óbvio). Supostamente foi fundado um dia por anões, mas algures na história perdeu-se... Seja como for, um bom local para procurar um tesouro! Tudo muito directo, apesar de bastante "cliché".

Os gráficos foram feitos com muitos bons detalhes visuais e animações. O som está bom e suponho que apesar da música de fundo poder ficar um pouco aborrecida depois de algum tempo. O interface, por sua vez, é uma completa confusão. Existem milhentos botões no topo do ecrã contendo ícones obscuros que podem significar qualquer coisa... Então, existe ainda a linha de comandos, que pode ser usada (ou deve ser usada, talvez) que permite dar comandos escritos. Acabei por constatar que essa é a maneira mais fácil, já que na realidade não consegui descobrir o significado de todos os botões... Gravar e carregar jogos gravados é um pesadelo, uma vez que é necessário saber todos os detalhes do jogo gravado. Não existe nenhum explorador de ficheiros nem nada parecido.








 

Jogos, jogos antigos, games antigos, download games, games para pc, abandonware, jogos de computador